Dicas para quem tem asma e rinite – controle do ambiente


É difícil de acreditar mas moramos e dormimos com milhares de bichinhos chamados ácaros. Para a maioria de nós isso não é problema – como dizem, a ignorância é uma bênção – mas os alérgicos rapidamente percebem a presença desses intrusos, logo logo começam a coçar seus narizes e olhos, a espirrar e ficar com nariz entupido, ou pior ainda, ficam com falta de ar e com o peito chiando...

Claro que neste caso, é importante procurar o alergista para tratamento e alívio dos sintomas, mas algumas medidas simples já podem ajudar o alérgico. Evitar os alérgenos (partícula que causa a alergia) pode ser de grande ajuda e as medidas que usamos para este fim são chamadas de controle do ambiente.

Ácaros:

O alérgenos de ácaros são partículas relativamente grandes, e portanto, não costumam ser detectadas no ar. Para reduzir o contato com ácaros é importante:

- Cobrir colchão e travesseiros com capas feitas com material impermeável para os ácaros (essa é a medida mais eficiente).

- Roupa de cama deve ser lavada pelo menos uma vez por semana, de preferência com água quente (55ºC).

- Evitar carpetes na casa e tapetes no quarto de dormir, o melhor é utilizar piso frio. Se não é possível retirar o carpete, podemos o expor a luz solar, usar acaricidas e limpar com vapor, mas essas medidas são menos eficiêntes, o ideal é se livrar do carpete mesmo...

- Os bichinhos de pelúcia podem ser lavados após 30 a 40 minutos no freezer (o congelamento mata os ácaros e a lavagem após retira os restos), e assim a criança pode manter seu bichinho querido.

- O Rio de Janeiro já é bastante úmido, e tanto os ácaros quanto os fungos gostam mesmo de ambientes úmidos, então umidificadores não são uma boa pedida. Na realidade, para combater os ácaros o ideal é desumidificar o ar. Podemos até utilizar um desumidificador portátil, mas ele não costuma ser muito eficiente, visto que as casas não tem bom isolamento.

Bibliografia:

1) American Academy of Allergy Asthma and Immunology – www.aaai.org/conditions-and-treatments/library/at-a-glance/indoor-allergens.asp

2) Adkinson NF et al. Middleton’s Allergy Principles and Practices. 7ª edição, 2009.

3) Jacob CMA, Patorino AC. Alergia e Imunologia para o pediatra. 1ª edição, 2009.

Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Tags
Siga-nos
  • Facebook Basic Square

Copyright© 2015 - Todos os Direitos Reservados a Drª. Érica Azevedo - especialista em Alergia e Imunologia

SIGA-NOS:

  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • w-facebook