SIGA-NOS:

  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • w-facebook

Copyright© 2015 - Todos os Direitos Reservados a Drª. Érica Azevedo - especialista em Alergia e Imunologia

Febre - O que eu preciso saber?

 

 

Existe coisa pior que ver o filhote com febre? Com temperatura alta e aquela carinha que dá dó... Por esses dias, a minha filha teve sua primeira febre e pude ver na pele como é chata essa situação, por isso resolvi escrever esse post para esclarecer as dúvidas sobre febre.

 

Primeiramente, a febre é uma resposta normal do organismo a diferentes condições, sendo a mais comum a infecção. Toda criança vai desenvolver febre em algum momento, o mais importante é saber quando devemos nos preocupar e procurar o médico.

 

Quando a criança está com febre?

 

Os valores de definição de febre variam conforme a forma como medimos a temperatura. Geralmente, quando desconfiamos que os pequenos estão com febre, medimos a temperatura axilar. Nesse caso, podemos considerar febre quando a criança apresenta temperatura acima de 37,8ºC.

 

Que termômetro usar?

 

Eu prefiro usar um termômetro digital de boa qualidade, eles são mais práticos e bem acurados. Além disso, com o termômetro de vidro temos o risco de quebrar e vazar mercúrio que é tóxico. Mas se o seu termômetro é o de vidro, não se preocupe, só tenha cuidado para não quebrá-lo. Além disso, antes de usá-lo é importante sacudi-lo para que o mercúrio fique na linha abaixo da primeira marcação do termômetro.

 

O que causa febre?


A causa mais comum de febre são as infecções, bem frequentes na infância... Essas infecções podem ser por vírus ou bactérias, os resfriados e as gripes, as gastroenterites, as otites, as amigdalites, as infecções urináriárias são as mais conhecidas. Também podemos ter febre após vacinas. Algumas pessoas relatam febre quando se rompem os dentinhos, contudo isso não é comprovado cientificamente, assim, antes de culpar o dentinho temos que excluir outras causas.

 

Existem também algumas doenças crônicas que cursam com febre, mas, nesses casos, a febre é mais persistente e vai exigir uma investigação médica mais complexa para se chegar ao diagnóstico.

 

Quando devo procurar o médico?

 

A febre por si só não é má, ela tem um papel no combate à infecção. O importante é observar a criança e os sintomas que acompanham a febre, mais que a temperatura corporal. Devemos procurar o médico quando:

 

- Menores de 3 meses apresentam febre independente do estado geral. Bebês muito novinhos podem piorar de um quadro infeccioso muito rápido, portanto, se um bebê menor de 3 meses apresenta febre, ele deve ser avaliado pelo médico.

- Dos 3 meses até 3 anos, devemos procurar o médico se a criança tiver algum sintoma, ou “parecer doente”, ficar muito quietinha, muito irritada ou recusando alimentos. Se a febre persistir por mais de 3 dias ou for maior que 38ºC (mesmo sem outros sintomas) também devemos procurar o médico.

- Se a temperatura for maior que 40ºC na criança de qualquer idade, independente de ter ou não outros sintomas.

- Se a febre aparece há sete  dias ou mais, independente da idade ou dos sintomas.

- Se a criança apresenta alguma alteração na pele.

- Se a criança tem convulsão febril.

- Se a criança tem alguma doença crônica como cardiopatias, câncer, lupus, ou anemia falciforme.

 

E é claro, se você estiver na dúvida, é sempre melhor procurar o médico, não devemos descartar o instinto de mãe que sabe quando tem algo errado com seu filhote.

 

No meu caso, a minha princesinha ficou com febre por 3 dias, quando apresentou um rash cutâneo. Ela estava com rubéola! Dá para acreditar?!?!

 

 

Bibliografia:

http://www.uptodate.com/contents/fever-in-children-the-basics

http://www.uptodate.com/contents/fever-in-children-beyond-the-basics

 

 

Please reload

Em Destaque

Dicas para quem tem asma e rinite – controle do ambiente - Parte 2

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Tags